quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Das leituras de Mario Prata (III)

MARIO PRATA escreveu em CEM MELHORES CRÔNICAS:



Retirado da crônica ''Criança diz cada uma..."
(Págs 127)


"Já disse que meu filho se chama Antonio. Um dia, ele tinha uns quatro anos, dei uma bronca nele sei lá por que e ele me xingou, feroz:
- Você é uma anta!!!
No que eu, sem perder a calma, perguntei:
-Ah, é? E quem é filho de anta, o que que é?
Pensou dois segundos e me desarmou completamente:
- Filho de anta é... é... Antonio!''

( ... )

"E aquela religiosa mãe que pegou o filho e um amiguinho dentro do banheiro fazendo uma troca-troca? Só que, quando ela entrou, o filho queridinho e santo levava uma nítida desvantagem no ato. Mas o pequeno pecador não se abalou:
- Mas mãe, eu comi primeiro!"

( ... )

"E tinha um garotinho que era infernal. Brigava todo dia na escola. Um dia, no almoço, o pai, para testar seus conhecimentos bíblicos (ele estudava num colégio de padre), perguntou:
- Meu filho, me diz quem foi que jogou a pedra no Golias.
O garoto desatou a chorar.
- Tá vendo, mãe? Tudo eu. Tudo eu. Juro, pai, juro pelo que é de mais sagrado que eu nem conheço esse menino."

Retirado da crônica ''Espelho mágico"
(Págs 135)


"O que será desta geração que vem nascendo conhecendo primeiro a ficção e depois a realidade?''

Retirado da crônica ''Um noite com Rubem Braga"
(Págs 157)


"Muito difícil diferenciar uma crõnica de um artigo, assim como o conto de uma novela e uma novela de um romance. Tem gente que diz que é uma questão de tamanho, linhas''

"Os espelhos deveriam refletir melhor antes de refletirem certas imagens!", citando Rubem Braga

"Como se você visse com o cérebro e escrevesse com o coração."

Retirado da crônica ''Naquela mesa tá faltando um"
(Págs 170)


"... quando se discute a relação é porque não existe mais relação."


Retirado da crônica ''O isqueiro"
(Págs 201)


"E contra instinto a gente não pode brigar. Principalmente quando o instinto é sincero."


Nenhum comentário: