terça-feira, 16 de julho de 2013

Não somos ilhas!




O homem nasceu para se relacionar. A família é o primeiro grupo do qual passamos a fazer parte, é nela que aprendemos valores e disciplina para nos relacionar em sociedade. Crescemos. Então vamos à escola, à universidade, ao trabalho, fazemos amigos e experimentamos uma gama de acontecimentos.

Ao fazermos parte de uma comunidade, não importando a sua ordem, firmamos, ainda que inconscientemente, um pacto de responsabilidade mútua. A fim de se desenvolver o indivíduo observa, experimenta, aprende, opina e constrói em conjunto com seus semelhantes. E é através destas ações que ele deve contribuir para o bem maior: o social.

Assim, a grande aldeia abre as suas portas, dando ao indivíduo a chance de somar, partilhar e compreender que neste universo não somos ilhas.

...

Nenhum comentário: