sábado, 9 de abril de 2016

ABSURDO


Pela madrugada te procurei ao meu lado,
em corpo ardente ou palavras latentes,
mas nada encontrei.

A saudade nos move ao absurdo.

Nenhum comentário: