terça-feira, 28 de junho de 2016

VOCÊ VAI PASSAR



Você vai passar.

Sim. Quando menos esperar você vai passar. Vai porque já não haverá mais espaço aqui. Não digo que é porque estarei com outra pessoa, não vai ser por que eu fui para um intercambio no Canadá. Não vai ser porque eu precisei me mudar para Porto Alegre por conta da empresa. Não vai ser porque eu resolvi escutar os conselhos dos meus amigos. E também não vai ser porque eu cansei de ficar na bad trip tomando aquela cerveja da garrafa azul com salgadinho sabor churrasco.

Você vai passar e pode nem doer tanto quanto eu acho que vai doer. É culpa dessa mania de pensar que só existe você no mundo, sabe? Isso é um efeito colateral de quem está se adaptando a novas doses.

Não sei bem os motivos, mas eles abrirão a porta dessa casa para eu sair correndo pela rua que nem criança quando ganha bicicleta no natal. Sei que eu não vou precisar ler nenhum livro do Augusto Cury para saber que você já passou. Vai passar igual aquele ônibus que eu sempre perco quando estou dobrando a esquina e que eu perdi por que estava esperando o celular vibrar pra ver se era você me mandando foto do seu cabelo escovado. E quando eu me dou conta estou sentado na parada prometendo que amanhã eu faço diferente.

Não vou cravar quando vai ser por que não fiz aquele curso on-line de leitura de tarô que você tanto me indicava. Eu não sou tão desleal assim, mas você vai passar. Na velocidade de quem estará ocupado com qualquer outra coisa mais urgente que você, na despreocupação de lhe dizer bom dia e boa noite, no desleixo de esquecer a data que você faz aniversário, na decisão de não responder suas mensagens e talvez lhe bloquear, por que você vai passar sim.

Eu vou perceber isso dia após dia (como já tem sido), só que você vai se dar conta de uma vez. É a diferença.

2 comentários:

Simplesmente Rimei disse...

Muitooooooo bom, parabéns!!!!

Ana Patricia Marcos Barbosa disse...

Muito bom... de uma profundidade que só você pode causar... parabéns...