domingo, 27 de novembro de 2011

Das leituras de Mario Prata (II)

MARIO PRATA escreveu em CEM MELHORES CRÔNICAS:



Trechos retirados da crônica ''Separei e mudei"
(Págs 49, 50, 51)


"Mas a sabedoria da separação está em cometê-la antes que a situação se deteriore de vez.''


"É duro cara, cair na real, separar e mudar. Principalmente quando a gente ama, e como ama, a pessoa separada.''

Trecho retirado da crônica ''A empregada"
(Págs 74, 75, 76)
"No Imposto de Renda, já consta empregada doméstica como profissão. Já escritor... Morro de inveja delas. São reconhecidas como trabalhadoras necessárias e honestas.''

Trechos retirados da crônica ''De homem para homem"
(Págs 106, 107)
"As mulheres não sacam que o homem tem que encher um tubo - de tamanho variável - de sangue. Snague este que, enquanto está lá, deixa, obviamente, de estar em outro lugar. Coração & pulmão, por exemplo.''

"É preciso espaço para a respiração, para a musculação voltar ao normal. Mas elas não respeitam o repouso do guerreiro. Gozado, né? Estou falando sério, não estou gozando, não!"

Trecho retirado da crônica ''Afinal, quem é louco?"
(Págs 113)
"E eu, como escritor, adoro observar as pessoas, imaginar os nomes, a profissão, quantos filhos têm, se são rotarianos ou leoninos, corinthianos ou palmeirenses. Acho que todo escrito gosta deste brinquedo, no mínimo, criativo.''

Trechos retirados da crônica ''Culpa"
(Págs 118)
"No princípio era o verbo e eu achaba que só eu me sentia culpado. Com o passar do tempo (e da verba) fui descobrindo que todo criador tem culpa. Não no cartório. Mas na consciência.''

"Todo mundo acha que a pessoa que vive de criar, ou seja, um criador, não faz nada o dia inteiro. Fica só pensando. É verdade. O problema é que ninguém considera o trabalho de pensar como ofício.''

"Será que só pode ser considerado trabalhado o sujeito que fica o dia inteiro numa mesa de escritório, ouvindo pela janela olha a uva de Atibaia, melancia barata, melancia barata?"


...

Um comentário:

Priscilla Way disse...

Adoro Mário Prata! *-*