sexta-feira, 22 de junho de 2012

Das leituras de Rubem Alves (I)

Rubem Alves, escreveu em Pensamentos eu penso quando não estou pensando.





... muitas virtudes do espírito nascem da incopetência do corpo.

( ... )
Há uma disciplina de silêncio não total, mas de uma fala mínima. Só falar quando a fala fosse melhorar o silêncio.

( ... )

Deus é a beleza que se ouve no silêncio.

( ... )


O que vemos é a imagem da pessoa amada, mas o que imaginamos são os brinquedos que julgamos guardados dentro dela.
( ... )

Quando sentimos a beleza da música, tornamo-nos música. Somos a beleza que estamos ouvindo.

( ... )

Mas, para o coração, o centro do universo é o lugar do amor...

( ... )

Quando se para de pensar, experimenta-se a felicidade, porque, parando-se de pensar, não se pensa nas próprias sarnas e burrices.

( ... )

Não tenho problemas com Deus. Mas tenho muitos problemas com aquilo que os homens pensam sobre Deus.

( ... )

As lâmpadas valem pelas cenas que iluminam. As inteligências valem pelas cenas que iluminam.

( ... )

Só se pode resumir um livro se ele está cheio de palavras supérfluas.

Pois o que escrevo é feito com pedaços de mim. Sou resumível?

( ... )

A religião ajuda as pessoas a serem bem-sucedidas.

( ... )

O escritor é um pintor de cenários.

Frequentemente escrevemos para não deixar que as cenas nos fujam...

( ... )

Porque eu também tenho despedidas a cumprir.

( ... )

A beleza não elimina a tragédia, mas a torna suportável. A felicidade é um dom que deve ser simplesmente gozado. Ela se basta. Ela não cria. Não produz pérolas. São os que sofrem que produzem a beleza, para parar de sofrer.

( ... )

O óvulos, produto da mulheres, tem origam na solidão. Já os espermatozoides, produtos dos homens, têm origem na maratona.

( ... )

Livros são brinquedos para o pensamento.

As crianças têm uma sensibilidade especial. Sabem que toda ausência passageira é metáfora de uma ausência definitiva.

( ... )

Inspiração é quando a gente não sabe de onde a ideia vem.

( ... )

O pássaro só é encantado quando é livre.

( ... )

Mas quando é que o amor se realiza? O amor se realiza quando recebemos de volta as coisas que amamos e perdemos. É por isso que sentimos saudade. A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar.


...



Nenhum comentário: